as atividades

Se hoje o turismo é o segmento número um da economia desta zona, no passado entretanto, eram a pesca e sobretudo a agricultura, que sempre foi a aptidão principal dos habitantes da costa litorânea. De fato, ainda hoje, os poucos agricultores que permaneceram, optaram pelo cultivo de videiras e oliveiras, obtendo assim vinhos e azeites de excelente qualidade e ainda limões que plantam em suas hortas e jardins. Os pescadores profissionais, entretanto, praticamente não existem mais; isto porque as normas e leis da pesca são cada vez mais restritivas. Se no século XVI praticava-se até mesmo a almadrava em Monterosso, hoje são poucos os barcos que se avistam no horizonte, assim como raras as mulheres que passam nos estreitos pórticos com pesadas caixas de peixe na cabeça. Resiste somente a pesca das anchovas de Monterosso, de uma inconfundível cor cinza brilhante e de uma carne de ótima qualidade.